Encontre seu hábito angular e mude sua vida

0 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Olá pessoal,

Vocês sabem que gosto muito desta temática: Hábito. É algo que leio e estudo muito, além disso costumo por em prática vários conceitos que vou aprendendo pelo caminho.

O tema deste artigo é o Hábito Angular, vamos falar um pouco sobre ele e você entenderá como esse conceito pode mudar sua vida, inclusive a de concurseiro.

O Hábito Angular é aquele hábito que traz consigo outros hábitos, quase que naturalmente. Para você entender melhor, irei exemplificar com um caso real.

Existe uma empresa multinacional chamada Alcoa, ela é uma das três maiores empresa de alumínio do mundo junto com a Alcan e a Rusal com sede nos Estados Unidos. A empresa surgiu em 1886 na cidade de Pittsburgh, Pensilvânia. A empresa conta com 129.000 empregados e sua receita alcançou a cifra de US$ 30.4 bilhões de dólares em 2006.

Tive a oportunidade de fiscalizar uma unidade dela aqui no Brasil e fiquei impressionado com o nível de segurança no trabalho que possuía.

Tempos depois li um estudo de caso relatando que um ex-burocrata do governo americano, Paul O’Neill, assumiu em 1987, a presidência da Alcoa. Nessa época a empresa passava por grandes dificuldades e por isso tal burocrata foi recebido com grande entusiasmo. No dia de sua posse todos estavam ansiosos para ouvir seus planos, mas para a surpresa de todos em vez de falar sobre finanças, gráficos, ações, corte de cargos, etc, veja a primeira frase que ele disse:

“Quero falar com vocês sobre segurança no trabalho”

Essa frase surpreendeu todos que estavam presentes. Como a segurança no trabalho poderia ajudar a Alcoa a sair da crise pela qual passava?

Ele continuou o discurso:

 “Todo ano vários funcionários da Alcoa sofrem ferimentos tão graves que perdem um dia de trabalho. Nosso histórico de segurança é melhor do que a média da mão de obra americana, principalmente levando em conta que nossos empregados trabalham com metais a mais de 1500 graus e máquinas capazes de arrancar o braço de um homem. Mais ainda não é suficiente. Pretendo fazer da Alcoa a empresa mais segura dos Estados Unidos. Minha meta é um índice de zero acidentes.”

Continuou sem falar em impostos, lucros, dividendos, assuntos que seriam comum tratar em um momento como aquele. A situação estava tão estranha que alguém levantou a mão e perguntou sobre inventários na divisão aeroespacial, outro perguntou sobre os coeficientes de capital da empresa, o que ele respondeu:

“Não tenho certeza de que vocês me ouviram”.  “Se vocês querem entender a situação da Alcoa, precisam olhar os números da segurança dos nossos locais de trabalho. Se diminuirmos nossos índices de acidentes, não será devido a um esforço motivacional ou às baboseiras que vocês ouvem de outros diretores executivos. Será porque os indivíduos desta empresa concordam em se tornar parte de algo importante: dedicarem-se a criar um hábito de excelência. A segurança será um indicador de que estamos fazendo um avanço em mudar nossos hábitos em todo o âmbito da instituição. É assim que devemos ser avaliados.”

Dados mostram que em menos de um ano após o discurso de O’Neill os lucros da Alcoa atingiriam uma alta recorde. No ano de sua aposentadoria, em 2000, o faturamento líquido anual da empresa era 5 (cinco) vezes maior do que antes de ele chegar. E o mias surpeendente, esse crescimento aconteceu enquanto a Alcoa se tornava uma das empresas mais seguras do mundo. Antes da chegada de O’Neill quase todas as usinas da Alcoa tinha no mínimo um acidente por semana. Uma vez que o seu plano de segurança foi implementado, algumas unidades passaram anos sem que um único empregado perdesse um dia de trabalho devido a um acidente.

Agora a pergunta que não quer calar: Como a preocupação com a segurança no trabalho pode ser responsável por tamanhas transformações?

De uma maneira geral o que aconteceu foi que quando todos começaram a se preocupar em zerar os acidentes dentro a Alcoa isso levou a terem que adotar uma série de outros procedimentos, pois para entender como os acidentes ocorriam era necessário entender com detalhes o processo produtivo e isso levou à contratação de pessoas mais qualificadas, que por sua vez trouxeram mais controle para dentro da empresa e níveis gerenciais mais elevados.

Paul O’Neill sabia que alguns hábitos atraem outros, gerando uma reação em cadeia. E foi isso que ele fez na Alcoa.

Um exemplo bem prático desse conceito (Hábito Angular) que já utilizei foi com relação à atividade física, quando comecei uma atividade física regular muitos outros hábitos foram alterados, mudei minha alimentação (afinal, não adianta treinar e continuar comendo porcaria), consumi menos bebida alcoólica (mesmo raciocínio anterior) e até mesmo o estilo de roupa mudei um pouco.  Tudo por conta do hábito angular da atividade física.

Agora vamos para o nosso mundo, o dos concursos.

Como você pode usar o conceito do Hábito Angular em sua rotina de estudo?  Pense um pouco sobre isso e veja se há algo que você poderia mudar que desencadearia uma série de outros hábitos positivos. O próprio hábito da atividade física que citei pode influenciar nos seus estudos, pois esse hábito influencia na qualidade do seu sono, por exemplo, o que lhe daria mais disposição para estudar.

A tarefa fica com você, identifique algo que você quer e pode mudar, dedique-se a essa mudança e colha os resultados.

p.s.: Deixe seus comentários, assim saberei se o texto lhe ajudou, e aproveite para contar qual hábito angular você irá implementar em sua vida de concurseiro.

Comments

comments