7 erros que todo concurseiro deve evitar!

101 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 101 Flares ×

Vamos nos livrar de alguns erros na preparação?

Cometer erros é muito comum no início dessa jornada de concursos, mas você não precisa aprender com os seus, é bem mais fácil aprender com o erro dos outros.

Continue lendo e aprenda sobre 7 erros que cometi, mas que  você jamais cometerá.

Ah, no final falo de um assunto que não é exatamente um erro, mas uma sentença de reprovação.

 

#1 – Começar o dia sem planejamento.

planejamento_futuro

Sentar na cadeira e decidir naquele momento o que irá estudar é um erro gravíssimo.

Fazendo isso você começará o dia perdendo tempo, uma vez que essa decisão levará 10 ou mais preciosos minutos do seu tempo. Além do que o material não estará a sua disposição, assim não terá em mãos o material correto para ler, para revisar, para fazer questões, etc.

Foi-se o tempo em que o concurseiro podia se dar ao luxo de escolher a matéria que mais gostava para começar o dia, na verdade nem sei se esse tempo já existiu. Mas isso provavelmente acontecerá se você não planejar como começar seu dia de estudos.

E, por favor, não confunda começar o dia de estudos com amanhecer estudando.

Para alguns o dia de estudos começa somente depois do trabalho, nesses casos mais importante ainda saber qual material (livro, notebook, etc) terá que levar consigo para poder estudar depois do expediente.

Mas o que devo realmente planejar nos meus estudos?

Você deve ter todas essas informações sobre seu estudo:

  • Horas líquidas semanais disponíveis

9 em cada 10 concurseiros não tem ideia de quantas horas tem disponível para estudar durante a semana, muitos acham que têm poucas, mas quando fazem o “dever de casa” verificam que ainda têm algumas horas para aproveitar.

Em meu artigo Horas Líquidas ensino o passo a passo para você descobrir quantas horas dedicará aos estudos.

  • Quantidade de horas diárias disponíveis para estudo

É uma consequência da informação anterior, mas você deve ter clareza de quantas horas por dia deve estudar, e SEMPRE tentar ultrapassar.

  • Que hora do dia você rende mais

É extremamente útil saber que hora do dia você é mais produtivo,  que assimila mais os assuntos, ou seja, será nessas horas que você colocará as disciplinas que você tem mais dificuldade.

Claro que isso é na medida do possível, se você tem somente um horário do dia para estudar, e esse não é o horário em que se sente mais produtivo, não terá como aproveitar essa dica.

  • Quantas questões pretende fazer de cada disciplina

Muitos alunos têm extrema resistência para fazer questões, seja para revisar, ou para fixação do assunto que acabou de estudar.

Geralmente isso acontece por que o concurseiro pensa muito em cobrir o conteúdo e esquece da importância das questões.

Uma maneira de driblar esse “esquecimento” é definir uma meta de resolução de questões. Metas diárias, mensais, até mesmo a quantidade de questões que fará até o dia da sua prova (se já tiver data).

Faça isso e veja a diferença que fará em seus estudos, afinal você não é o Romário que não treinava por que já sabia o que fazer.

O artigo QUESTÕES DE CONCURSO [GUIA COMPLETO] vai lhe ajudar nessa tarefa.

  • Material que usará para cada disciplina

Antes de começar a estudar determine qual material irá usar para cada disciplina, não improvise, antecipe-se. Quando sentar para estudar Direito Processual Civil saiba exatamente qual livro usar, qual fonte de questões, etc. Faça isso para cada disciplina.

  • Quando fará revisão

Para determinar quando fará a Revisão terá que determinar primeiro que FARÁ REVISÃO. Assim como as questões essa parte do planejamento é deixada de lado também.

Escrevi um artigo completo que lhe dirá como fazer revisões e qual técnica usar, confere lá.

  • Quando será seu lazer

Muita gente acha que não deve reservar um dia, ou período, para descansar, mas determinar antecipadamente qual dia usará para repor as energias é essencial para recomeçar a jornada de estudos, e mais, sabendo quando descansar não ficará de consciência pesada nesses dias.

Pode até parecer trabalhoso, mas garanto, vale muito a pena, é aquela velha história de gastar algum tempo amolando o machado para cortar o maior número de árvores em menor tempo (essa analogia não é a mais politicamente correta).

#2 – Redes Sociais.

redes-sociais

Na verdade este é um hábito quase compulsivo.

Mas o grande problema não é acessar suas redes sociais preferidas, o problema é fazer desse hábito algo que lhe roube muito tempo.

Em 10 minutos você consegue ver muita coisa, interagir, curtir, compartilhar, postar… Mais que isso já é bom ver o quanto o custo/benefício está valendo a pena.

Mas existe benefício em acessar as redes sociais para quem estuda para concurso?

Claro que sim, sou defensor de que o concurseiro não precisa se isolar do mundo para passar em um concurso, na verdade são inúmeros os estudos que indicam a necessidade do ser humano se sentir pertencente a um grupo, e as redes sociais possibilitam isso, o sentimento de grupo, compartilhar experiências, angústias, etc.

Acredito tanto nisso que dediquei um capítulo inteiro no livro Finalmente Concursado: “Concurseiro não é uma ilha“.  

Mas vou lhe contar um segredo.

Certa vez decidi passar uma semana sem acessar nenhuma rede social. Para isso escolhi com calma qual semana seria, e decidi que seria a semana inteira, 7 dias. Comecei em uma segunda-feira, e até o domingo não abri nenhuma rede social, apenas e-mail, sites etc.

Confesso que fiquei preocupado nos primeiros dias, ficava refletindo sobre o que meus amigos virtuais estariam pensando.

Mas sabe o que mudou depois destes 07 dias?

Absolutamente nada.

Para minha tristeza ninguém ligou dizendo: O que aconteceu, você não postou mais nada, nem mesmo uma curtida eu vi sua.

Retirando a brincadeira, a grande verdade é que dá sim para sair completamente das redes sociais se a sua aprovação depender de uma dedicação ainda maior.

Mas se você não quer sair do mundo virtual quero deixar 03 DICAS que irão lhe ajudar a ter uma melhor convivência neste mundo.

 

DICA #01 – Delimite o tempo máximo que ficará navegando nas redes sociais

contagem regressiva

Coloque isso em um papel, leia e comprometa-se a cumprir. Pode ser 30 minutos, 01 hora (já é demais rsrs), o importante é saber quanto tempo destina a essa atividade.

Quando aplico um ‘questionário’ que tenho em meus alunos, no qual colho a rotina deles, é espantoso ver o quanto as redes sociais lhe tomam preciosas horas de estudo.

Geralmente lhes dou duas opções, eliminar as redes sociais até a aprovação ou delimitar o tempo em que navegará durante o dia.

Qual delas você escolheria?

 

DICA #02 – Estabeleça uma hora predefinida para acessar as redes sociais

hora-certa

Se você decidiu delimitar o tempo que ficará nas redes sociais, mas não determinou quando fará isso, pode correr o risco de acessar várias vezes ao dia e continuar perdendo tempo.

Muitos alunos fazem o seguinte: Estabelecem 03 horários: no começo do dia, na hora do almoço e no fim do dia. O que já é suficiente para não sentir o efeito da abstinência.

 

DICA #03 -Desabilite as notificações de seu celular.

não perturbe

Apesar de saber que você já faz isso quero deixar mais essa dica:

Desabilite toda e qualquer notificação no seu celular. Pois, basta um simples “aviso” no seu celular para que seu cérebro faça mil perguntas: Será que é importante? Será que é ele? E se eu não olhar?

Depois dessas perguntas passsarem por seu cérebro o estrago já está feito, a perda de concentração já aconteceu.

Em seu novo livro “Foco”, Daniel Goleman afirma que as redes sociais é uma das causadoras da chamada “Geração sem Foco”, e acrescenta dizendo que a falta de foco é uma dos principais problemas da baixa produtividade de muitos indivíduos.

Então, consegue pensar de que forma vai encarar as redes sociais a partir de agora?

Receba nossos textos e dicas!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

#3 – Não ter um local exclusivo para estudar

local de estudo
Eu sei que essa dica pode parecer lugar comum, mas ainda existem muitos concurseiros que não entenderam a importância do “cantinho do estudo”.

Não é questão de preciosismo, mas nosso cérebro gosta de saber onde começará cada atividade para começar determinada rotina.

Esse é o conceito de gatilhos de hábitos, nesse caso um gatilho físico. Os gatilhos servem para automatizar uma ação, tornando-a menos cansativa ou penosa, visto que não mais se gastará energia para este tipo de pensamento: “estudou ou não esta noite?”.

Quer saber um pouco mais sobre gatilhos do hábito? Leia este artigo.

O local correto, organizado, tranqüilo, faz com que seu cérebro entre no “modo estudo” de forma muito mais rápida, facilitando o estudo.

No meu livro Finalmente Concursado coloco um texto que representa a importância do local de estudo para o escritor Maquiavel, relatado por ele próprio:

“Debaixo da porta, deixo o que trago vestido e cheio de lama e de lodo e envergo vestes régias. Vestido com garbo, entro na companhia dos antigos e aí sou recebido com gentileza e partilho do alimento que é verdadeiramente meu e para o qual nasci. Não me assusto de falar com eles e de lhes pedir as razões dos seus actos; e eles, por humanidade, respondem-me. Durante as quatro horas seguintes não sinto aborrecimento, esqueço todas as penas, não tenho medo da pobreza nem da morte.”

 

#4 – Permitir que lhe interrompam

dizer não

Eu sei o quanto é difícil dizer não, principalmente  quando estamos há bastante tempo nessa vida de concurseiro e nos sentimos culpado por não atender algum pedido de alguém que amamos.

Mas é importantíssimo deixar claro para todos aqueles que costumam lhe interromper de alguma forma que essa é uma fase da sua vida em que você precisa muito da colaboração do máximo de pessoas possível.

Quando entenderem a importância dos seus estudos ficará mais raro alguém lhe interromper para lhe pedir companhia, favores, ou mesmo somente para conversar.

É claro que o maior esforço quem fará é você, ficando, na medida do possível, incomunicável.

Explico melhor.

Se você está com seu celular ligado, disponível no whats, no chat do face, no hangout e no skype… Muito provavelmente seu plano de isolamento está falho.

Por isso, no momento do estudo DESLIGUE-SE do mundo o quanto você puder. Pode retornar nos intervalos, sem problema. Se ficar preocupado em não receber notícias do mundo, configure seu celular para receber chamadas somente de uma ou duas pessoas, o restante pode esperar o seu intervalo de descanso.

E não se preocupe se uns ou outros se afastarem de você por conta desse seu suposto isolamento, quem lhe critica ou se afasta, jamais esteve realmente do seu lado, como sempre digo, esses, no máximo são amigos para estar do lado em uma mesa de bar.

E lembre-se:

Dizer não para algumas pessoas é dizer sim para seu sonho.

 

#5 – Estudar com material de baixa qualidade

apagando os erros

O mercado de concurso é algo gigantesco, existem grandes cursinhos, marcas, produtos, editoras.. Mas também muito lixo sendo vendido.

Tenha bastante cuidado ao adquirir qualquer material, seja livro, apostila, PDF, vídeo-aula, etc.

Vale a pena fazer uma busca, consultar amigos, pedir referência, procurar inclusive referências sobre quem está escrevendo o material que você está comprando.

Essa dica não serve apenas para material de estudo, serve também para cursinhos e professores, antes de se matricular faça uma pesquisa e veja realmente se quem lhe dará informações sabe do que está falando, afinal disso também depende sua aprovação.

Eu mesmo já comprei material ruim, assisti aulas de professores ruins e já me matriculei em cursinhos de baixa qualidade. Isso me custou muito tempo, mas me ajudou a aprender a importância de bons materiais.

Por isso posso falar: na medida do possível prime pela qualidade do material que você estuda, um material de baixa qualidade pode atrasar muito a realização de seu sonho.

 

#6 – Falta de Energia

energia-luz-lampada

Não ter disposição suficiente para encarar horas de estudo faz com que o desânimo apareça com mais freqüência.

A falta de energia traz para o cérebro as seguintes mensagens sobre o estudo:

– Isso está muito difícil.

– Pare e descanse um pouco.

– Faça uma atividade mais prazerosa.

– Você não é capaz de suportar tantas horas de estudo.

Veja que são mensagens altamente desmotivantes, até difícil de se livrar. O que lhe leva num triste ciclo de autosabotagem: Fica Cansado, Estuda Pouco, Desestimulo, Estuda Menos.

Por isso, se você está com indisposição para estudar, procure urgentemente alguma alternativa.

Analise primeiramente se essa falta de energia decorre de:

– Má alimentação

– Falta de exercícios

– Poucas horas de sono.

Assim, você pode procurar um profissional adequado para lhe ajudar a solucionar seu problema.

Ah, mas lembre de uma coisa:

“Há uma força motriz mais poderosa que o vapor, a eletricidade e a energia atômica: a vontade.”  ― Albert Einstein

Por isso lembre-se sempre que a VONTADE, o QUERER DE VERDADE é a maior energia que você pode ter, adianta pouco você ter toda a energia física a sua disposição se a sua energia interior (O DESEJO DE VENCER) não estiver forte o suficiente.

 

 

#7 – Procrastinar Tarefas

PROCRASTINAR DEPOIS

Não estou falando em procrastinar o estudo, pois é bem óbvio que se você adiar o estudo isto não vai lhe atrapalhar, vai lhe tirar por completo a chance de ser aprovado, dura verdade.

O erro de procrastinar tarefas se deve ao fato de existir a chamada “fadiga de decisão”, um termo cunhado pelo psicólogo social Roy F. Baumeister.

Fadiga de Decisão é a redução da capacidade de fazer escolhas por conta de um cansaço mental.

Assim quanto mais você adia tarefas durante o dia, mais provavelmente você adiará tarefas relacionadas aos seus estudos, pois procrastinar demanda decidir entre fazer ou não algo que deveria ser feito.

Vamos ver isso na prática?

Um estudo feito na Corte de Israel mostra que de 1.100 julgamentos de liberdade condicional de prisioneiros, 65% dos que ocorreram pela manhã tiveram resultado positivo, contra zero daqueles do final do dia.

Este estudo mostra que quando se toma muitas decisões pela manhã (procrastinar, por exemplo) é muito mais provável que você tome decisões que tome menos de sua energia com o passar do dia. E decidir estudar, por exemplo, é uma matéria que consome mais energia do que decidir acessar redes sociais.

Para evitar este problema, tente evitar a procrastinação e comece a estudar o mais cedo possível (cada um tem sua realidade).

Querendo saber mais sobre como evitar a procrastinação leia este artigo.

Lembra que disse ao final falaria de um assunto que não seria exatamente um erro, mas uma sentença de reprovação? 

Pois é, vamos ao assunto.

 

– Não acreditar no seu potencial.

ACREDITE EM VOCE

 

De tudo que falamos, nada é tão prejudicial na vida de qualquer concurseiro quanto a FALTA DE FÉ EM SI.

Afinal, se você não acreditar no que é capaz de fazer, quem irá fazer isso por você?

Se não tivermos a certeza de que somos capazes, em tudo que fazemos, em todo o esforço que imprimimos, em todas as horas de dedicação que surportemos, em tudo isso colocaremos menos empenho.

O senso de certeza é importantíssimo, sem ele tudo fica pela metade, pois é uma maneira subconsciente de nos justificarmos no futuro se algo não der certo como planejamos, pois se eu não me esforcei o suficiente (pois não acreditava em mim) não há motivos para tristeza.

Ter certeza de sua capacidade não quer dizer ter certeza de sua aprovação. São pensamentos diferentes.

O primeiro me diz: Sou capaz de estudar o suficiente para passar, depende prioritariamente de mim.

O segundo diz: Independente de como e do quanto eu fizer serei aprovado.

Percebeu a diferença? O primeiro pensamento é que você ter, o que deve alimentar.

” O senso de certeza constitui a força por trás de qualquer grande sucesso” – Tony Robbins

 

Preparei um Mapa Mental para você não esquecer desses erros, assim fica mais fácil verificar se não está voltando a cometer nenhum deles.

 

07_ERROS Concurseiro

Ah, se gostou do artigo fique à vontade para compartilhar nas suas redes sociais, no seu intervalo de estudo você confere os comentários por lá.

Grande Abraço!!

Comments

comments

  • Rômulo Moraes

    Roniere meu amigo! Muito bacana o texto! Ficou tão massa que tem uns nego plagiando por aí rs… Mas não desanime e continue produzindo material de qualidade como esse!

    • Roniere Miranda

      Obrigado Rômulo, espero que o texto tenha lhe ajudado de alguma forma. Realmente vi que um site copiou o artigo de forma bem descarada, mas já estou tomando as providências legais. Grande Abraço e mais um vez obrigado!