6 Dicas de como se Concentrar nos Estudos

0 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Mais um dia de estudo. Você organiza seu ambiente, olha em seu planejamento o que irá estudar no dia, pega seus livros, cadernos, canetas, marca-texto, post-it. Pronto! Senta em sua cadeira, mesa organizada e começa a estudar. Quando tudo parece ir bem, você para e, com um pensamento longe, se distrai. Volta o olhar para os livros e, depois de alguns minutos, a distração vem à tona novamente. Quando se vê você já acessou rede social, mexeu no celular, foi beber água, conversou com alguém. Tudo isso se repetindo dia após dia.

Sono

Identificou-se com esse cenário?! Pois é, saiba que você não está sozinho nessa. Todos nós estamos sujeitos a isso, ou já passamos por isso, estamos a passar ou já superamos. A falta de concentração é uma das queixas mais frequentes entre nós concurseiros, até porque é desafiador se concentrar em algo que é a médio ou longo prazo, como é o caso de estudo para concurso público, e que exige ter uma disciplina constante durante todo o período que pode durar meses ou anos.

E a capacidade de se concentrar é explicada cientificamente. Cecília Amorim, Psicóloga, Coach Comportamental e Diretora do Instituto Paulista de Déficit de Atenção (IPDA), em artigo para o site do IPDA, destaca que “a capacidade de prestar atenção / concentração depende diretamente do funcionamento adequado e integrado de diversas áreas cerebrais. O cérebro está constantemente sujeito a um bombardeio de informações, provenientes tanto dos órgãos sensoriais (as origens mais conhecidas) quanto de sistemas internos de regulação orgânica (como sistemas de controle da postura corporal ou funcionamento metabólico)”.

 

cérebro

Só que em muitos casos a falta de capacidade de manter integrada as nossas diversas áreas cerebrais torna-se bem significativa e constante, sendo, no entanto, um caso crônico que requer ajuda de especialistas que indicarão o tratamento adequado. “Certo! Mas não estou enquadrado nesse caso. Como consigo prestar atenção e, assim, manter minha concentração?”, você deve ter feito essa pergunta. Pois bem, ainda de acordo com a Psicóloga Cecília Amorim, “prestar atenção significa inibir distrações, de forma flexível e de acordo com as necessidades de cada instante”.

E, então, identificou-se com isso também? Ao ler essa explicação da profissional fazemos uma autoanálise e percebemos que, na maioria dos casos, e isso inclui o seu, o de nós concurseiros, a falta de atenção, concentração, ando longe de ser uma doença. E raramente é. A falta de concentração, em quase sua totalidade, vem de questões bem simples, acopladas no nosso dia a dia e que podem ser resolvidas facilmente. E é sobre isso que vamos falar com você. Hoje daremos algumas dicas que podem solucionar a sua falta de concentração nos estudos.

 

QUESTÕES FISIOLÓGICAS

despertador

 

Antes de mais nada a gente tem que se conhecer. E quando nós falamos isso é de respeitar o seu relógio biológico. Todos nós temos aquele turno em que funcionamos melhor. Que horário você rende mais, é mais produtivo? Se for à noite, reserve esse horário para estudar aquelas disciplinas mais complicadas e de maior peso para seu concurso. Nesse caso, faça leituras. Naquele horário que não é o seu melhor, resolva questões, pois elas nos mantêm ativos, afinal, é um treinamento. Ou então assista a videoaulas. Aqui na Proluno são aulas online e AO VIVO, ou seja, você estará em constante interação com o professor, mesmo online, mesmo de sua casa. E essa interação te deixará sempre atento, com riscos bem pequenos de você desviar sua atenção. Vale a pena conferir os CURSOS que temos disponíveis para você.

Antes de entrar com o corpo e a mente nos estudos, satisfaça bem outras necessidades, tais como sede, sono, fome, resolva o problema do calor ou do frio, dentre outras. Não tem quem consiga se concentrar com levanta e sai constantemente. Claro que temos que ter pausas para beber uma água, comer algo, mas isso deve ser só uma pausa mesmo e não uma parada de 1 hora.

APARELHOS ELETRÔNICOS E REDES SOCIAIS

redes sociais

Já falamos em outro artigo sobre o quanto as redes sociais podem nos ajudar e muito, mas se usadas para o nosso propósito e com horário definido. Caso não, elas podem ser suas maiores vilãs na hora de se concentrar nos estudos. Aquela pausa de 5 minutinhos que fazemos é para relaxar a mente e a coluna e para ter mais qualidade, e não para acessar o seu facebook, o seu Instagram, o seu Twitter. “Ah, é rapidinho. Estou na pausa”. Nesses 5 minutinhos você viu alguma publicação interessante, comentou, curtiu, interagiu, viu mais e mais e, quando menos espera, já se passou 1 hora. Nós sabemos que funciona assim, não é mesmo! Então reserve um tempo do seu dia só para o acesso às redes sociais. Horário do almoço; entre um turno e outro; horário do jantar ou antes de dormir. E fazer isso todo dia até o horário que você definiu virar rotina e, assim, acostumar-se.

Com relação ao seu celular e a “tentação” whatsapp, não deixe o celular próximo de você enquanto estuda. As notificações que chegam atrapalham e, claro, você vai querer dar aquela olhadinha. Para evitar isso também, você pode colocar o celular no modo avião, ou, melhor ainda, bloquear tudo aquilo que não precisará naquele momento de estudo. Para isso existe um aplicativo chamado Self Control. Falamos dele no artigo sobre Como o Celular Pode Ajudar Nos Estudos. Vale a pena conferir!

LOCAL DE ESTUDO

local de estudo

Local de estudo e concentração estão intimamente ligados. Ele exerce grande influência em nossa capacidade de estar atento e, consequentemente, no nosso processo de aprendizagem. Portanto, encontre o seu lugar certo! É biblioteca, sala de estudos ou em casa mesmo? Todos são locais que possuem vantagens e desvantagens e vai de cada um o que melhor se adequará ao seu ritmo e em qual as vantagens serão melhores e mais priorizadas.

Na biblioteca você não tem a cama, a TV, o vizinho barulhento quando se estuda em casa. Mas em compensação perde-se um certo tempo com deslocamento, ainda mais para quem não tem transporte próprio e depende do horário dos coletivos. Por outro lado, atualmente viraram quase uma febre as salas de estudos. Um negócio bem proveitoso para nós concurseiros. Temos cabines exclusivas, internet, ambiente climatizado e com lanchonetes também. Além do contato com pessoas que estão na mesma rotina que você. Mas o acesso a tudo isso requer certo investimento financeiro o que, na vida de concurseiro que se dedica somente aos estudos e não tem renda própria, é algo mais dispendioso. Já estudando em casa você faz a sua pausa necessária, é gratuito, tem acesso aos seus materiais inteiramente. Mas como falei anteriormente, pode ser um ambiente de muitas distrações: cama, TV, o irmão mais novo que quer brincar, o vizinho com um som alto.

Caso você não esteja ainda totalmente focado e seja até mesmo iniciante nos estudos para concursos, vale a pena começar a estudar em uma biblioteca até pegar o ritmo completamente. Quando já se sentir seguro quanto à sua disciplina, a sua casa também será um ótimo ambiente de estudo. Lembrando que seja em um cômodo calmo, bem iluminado e, claro, tire uma certa quantia para investir em uma mesa e cadeira adequadas e confortáveis. São horas e horas de estudo e uma não adequação desses objetos pode tanto atrapalhar sua produtividade, causar desconcentração, quanto gerar problemas físicos em seu corpo.

FORMA DE ESTUDAR

Woman studying at the library with books

– Quando for fazer leituras faça, escreva também. E quando falo escrever é fazer seus resumos. Quando escrevemos conseguimos entender o assunto e apreendê-lo na mente. Quando só fazemos aquela leitura longa e contínua, o estudo torna-se algo bem cansativo, monótono, “chato”  e, assim, a falta de concentração tende a ser bem maior.

– Divida o conteúdo mais extenso em partes menores para que ele seja melhor aproveitado. Se você estudar licitações, por exemplo, de uma só vez, em um único dia, aquilo vai parecer muito longo e dificultoso aos seus olhos e a tendência é você querer terminar logo, preocupar-se com a possibilidade de não ter assimilado, e a consequência disso é perder a atenção e a aprendizagem.

– Use marca-texto de diversas cores para destacar as partes principais. Além de post-it para anotar aquela atualização jurisprudencial, por exemplo. Tudo isso ajuda a manter a atenção, pois você ficará focado naquilo que realmente é muito relevante para seu concurso.

– Sempre que possível faça ligações da teoria com a prática, tentando relacionar o conteúdo até mesmo com a sua vida ou com algo em voga na sua cidade ou no país. Por exemplo, vocês devem ter visto nos noticiários o caso dos nadadores norte-americanos que inventaram que foram assaltados após saírem de uma festa, durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro. Pois isso configura um caso de Comunicação Falsa de Crime e está previsto no Artigo 340 do nosso Código Penal. Visualizado dessa forma fica bem mais fácil aprender o assunto e assim haverá mais estímulo e motivação, quesitos esses que te ajudarão a se concentrar.

INTERVALO

pomodoro

Vocês já ouviram falar na Técnica do Pomodoro, não é mesmo?! Pelo sim ou pelo não, vamos explicar como funciona. Primeiramente, você vai precisar de um cronômetro, um caderno de anotações e caneta. A técnica consiste basicamente em estudar em blocos de tempo, que são os chamados pomodoro. Cada pomodoro tem 25 minutos, momento esse que você fará uma única atividade (leitura, questões ou videoaulas) sem qualquer interrupção. No fim desses 25 minutos, ou seja, ao fim de cada pomodoro, você faz uma pausa de 5 minutos. E a cada quatro pomodori, a pausa será de 30 minutos. Com isso, você aumenta sua produtividade, diminui as interrupções, aprende quanto tempo demora em cada tarefa e, consequentemente, aumenta sua concentração.

Para aplicar o Pomodoro, é necessário:

– Fazer uma lista com as tarefas para o dia

– Escolher uma dessas tarefas, marcar 25 minutos e focar nela. Após o término do pomodoro (25 minutos), fazer a pausa de 5 minutos, marcar um traço, um X, um asterisco, o que você quiser para identificar a pausa feita, e assim indicar quantos pomodoros usou para realizar tal tarefa até concluí-la.

– Concluída a primeira tarefa, risque-a do seu caderno de anotações

– Retome as outras atividades e continue o ciclo

ORGANIZAÇÃO, MAS TAMBÉM FLEXIBILIDADE

 

 

Arquivo

Já sabemos bem o quanto a organização, e isso inclui o planejamento, é fundamental (também já falamos em outro artigo sobre Como se organizar). E para a manter a concentração não seria diferente, pois nada é tão significativo para tirar sua atenção do que chegar em sua mesa para estudar sem saber o que vai estudar naquele dia ou que já foi estudado, se faz ou já fez questões de determinado conteúdo, ou revisões. Portanto, além do seu quadro de horário e do seu planejamento semanal ou mensal, use uma agenda para saber de sua programação. Por falar nisso, a sua programação deve ser estritamente de acordo com a sua realidade. O que adianta você distribuir seus estudos durante oito horas do seu dia se você tem várias outras atividades que também devem ser feitas? Dessa forma, nunca conseguirá se concentrar, pois sempre vai ter tudo, ao mesmo tempo, agora e já para fazer e sem horários bem definidos para cada um.

Além disso, tenha uma programação que se adapte às mudanças, se necessário. Por exemplo, na segunda-feira aconteceu um imprevisto e você precisou levar seu carro para a oficina mecânica. Isso levou uma tarde inteira e era justamente o horário de estudar Direito Administrativo. Então dentro ainda dos dias que restam na semana, é preciso que sua programação de estudos tenha um horário flexível que dê para encaixar a disciplina que você deveria ter estudado na segunda à tarde, mas não conseguiu por conta do imprevisto.

Como nós bem vimos com as dicas mencionadas, inibir as distrações, de forma flexível e de acordo com as necessidades de cada instante, está inteiramente ao nosso alcance. A nossa tão sonhada aprovação depende de tanta coisa, não é mesmo. Dedicação, disciplina, organização. Mas saiba que não adianta ter os melhores livros, acesso aos melhores cursos, ter todo o planejamento feito, um coach te acompanhando, se você não estiver concentrado. Aqueles minutinhos que parecem bobos e inofensivos que você esteve com um pensamento longe, ou deu espiadinha no facebook, se somados, geram horas e horas de tempo perdido e não aproveitado nos estudos. E mais tarde é que você percebe o quanto tudo isso foi um grande empecilho para sua aprendizagem e aprovação. Portanto, a nossa capacidade de se concentrar é nossa principal aliada na busca da tão sonhada vaga.

Paralelamente, além das dicas que mostramos, a capacidade de se concentrar também está na avaliação que fazemos de nós mesmos. Manter a concentração também é se perguntar qual é o meu objetivo principal? Qual é o meu objetivo para esta semana, para este mês, para este ano? O que eu preciso aprender hoje? Uso a melhor técnica, o planejamento correto, o local de estudo certo, o horário que mais me adapto, o material certo e a melhor estratégia? O que preciso melhorar? E como posso melhorar? Vamos utilizar as técnicas, o autoconhecimento e a autocrítica para mudarmos nossos hábitos e, assim, nos concentrarmos em nossos propósitos.

Fonte: www.proluno.com.br

Comments

comments